Blog

Renylab promove testagem em massa de colaboradores.

A Renylab Diagnósticos In Vitro, Indústria Química e Farmacêutica de Barbacena-MG realizou entre os dias 07 e 08 de julho de 2020 a testagem em massa de seus colaboradores para Covid-19. A testagem foi realizada através de testes rápidos sorológicos, com o objetivo de priorizar o bem-estar e segurança dos colaboradores, além de contribuir para o controle dos índices da pandemia em Barbacena e Região. Todos os colaboradores foram testados, sendo que 100% dos resultados foram negativos para o novo coronavírus.

Segundo o Ministério da Saúde, o estado de Minas Gerais possui o menor coeficiente de incidência da doença entre todos os estado brasileiros. No dia 10 de julho de 2020 o estado possuía 302,5 casos confirmados por 100 mil habitantes, e um total de 64.035 infectados pelo novo coronavírus, número esse bem menor que São Paulo que já está com os casos em estabilidade e possível queda, e no Rio de Janeiro e Espírito Santo que estão em ascensão como Minas Gerais. Os grandes laboratórios do estado de Minas Gerais apontam para um crescimento no percentual de testes realizados principalmente no interior do estado, onde só no mês de junho foram realizados 60% a mais de testes que no mês anterior.

A testagem em massa possui um papel importante para entender a dinâmica da transmissão do vírus, para identificar grupos de alto risco e com a possibilidade de verificar se os testados foram infectados ou já tiveram contato com o Sars-COV-2, contribuir para estabelecer as taxas de infecção. Além disso, possibilita às autoridades de saúde entender os índices na cidade e decidir sobre a flexibilização das medidas de segurança para a retomada da economia.

A Renylab Diagnósticos In Vitro está comprometida no combate ao coronavírus, fornecendo produtos com garantia de alta qualidade, com teste rápido para Covid-19 com 100% acurácia (proximidade entre o valor obtido experimentalmente e o valor verdadeiro de medição) certificados pela Anvisa, pela FDA – Agência Federal dos Estados Unidos, e pelo Instituto Nacional Controle Qualidade em Saúde-INCQS.